por Rafael Xavier-35 (1)

Com nova planta, Aluxa amplia produção de perfis de alumínio

Capacidade passa de 80 para 130 t por mês no mercado nacional

O novo complexo fabril da Aluxa, localizado em Flores da Cunha, na Serra Gaúcha, tem 6 mil m² de área construída e possibilizará o aumento da capacidade de produção de perfis de alumínio de 80 t para 130 t por mês.

O plano de crescimento da empresa prevê ainda a instalação de uma nova linha para extrusão de alumínio no prazo de dois anos. Apenas essa estrutura terá capacidade de fabricação de 300 t mensais.

 Atualmente, a companhia fornece perfis para as indústrias moveleira e automotiva. Visando a ingressar no ramo da Construção Civil, a companhia está desenvolvendo uma linha específica de produtos para esse segmento.

“A demanda do mercado nacional por soluções de perfis de alumínio e o cenário de retomada econômica favorecem a expansão da Aluxa junto ao mercado da Construção Civil, consolidando ainda mais a presença da marca”, declara Fábio Massochini, diretor-executivo da empresa.

Menor impacto ambiental
A Aluxa, seguindo as normas e critérios de sustentabilidade ambiental reconhecidos internacionalmente, trata integralmente os resíduos de alumínio da produção. O reaproveitamento é de 100% do metal.

“O menor impacto ambiental é um dos valores do grupo, por isso investimos na Aluxa com foco na sustentabilidade e rentabilidade do negócio, tendo como um dos pilares a racionalidade dos recursos e a reciclagem do alumínio processado”, afirma Massochini.  

Há 12 anos no mercado, em 2019, a companhia foi adquirida pelo grupo Italiano The Placemakers, o maior fabricante de mobiliário urbano do mundo, instalado em 60 países e com fábricas na Itália e no Brasil.

Crédito da foto de abertura: Rafael Xavier

Veja também:

Afeal estima crescimento de faturamento do setor de esquadrias de alumínio em 10,5% em 2021

Depois da turbulência causada pela pandemia da Covid-19, o segmento de esquadrias de alumínio vive um momento positivo. É o que revelou Alberto Cordeiro, presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal), no 4º encontro do segmento, realizado de maneira virtual e simultânea à Fesqua 2021 no dia 29 de setembro. Segundo o dirigente

Versáteis, produtos de alumínio são empregados em coberturas e fechamentos na construção civil

A indústria do alumínio tem desenvolvido sistemas construtivos e produtos para atender as diversas demandas do setor de construção civil. As inúmeras vantagens do metal têm colaborado com projetos de cobertura e fechamento de empreendimentos imobiliários residenciais, comerciais e industriais. Segundo Ayrton Filleti, presidente-emérito da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), um dos cases de sucesso

O papel do alumínio para a retomada do setor da construção civil

A retomada da economia no pós-pandemia é uma realidade que tem tomado forma dia após dia. No segundo semestre de 2020 isso já pôde ser percebido no setor da construção civil, cujo crescimento se manteve durante o primeiro trimestre de 2021. Embora o segundo trimestre deste ano tenha apresentado pequena queda, devido aos altos estoques

Rolar para cima