FOTO @NereuJr

Com alumínio, motor Firefly, da Fiat, chega à marca de 500 mil unidades fabricadas no País

Modelos feitos com bloco em alumínio apresentam tecnologia avançada

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) alcançou a marca de 500 mil motores Firefly produzidos no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG). Lançado em 2016, o Firefly é um projeto global desenvolvido no Brasil que traz como diferencial o maior torque e o baixo consumo de combustível. No país, ele está presente na nova Fiat Strada, além de Argo, Cronos e Uno.

A produção diária é de 1,3 mil motores, divididos entre o Firefly 1.0 litro, de três cilindros, e o Firefly 1.3 litro, de quatro cilindros, ambos com bloco em alumínio. Atualmente, mais de 50% do volume é exportado.

“Os motores FireFly são produzidos no mais avançado processo de manufatura. A eficiência do produto e dos processos nos permitiu ser escolhidos também para atender outros importantes mercados, como o europeu”, explica Pierluigi Astorino, diretor de Manufatura da FCA para a América Latina.

Ampliação

A FCA Powertrain também está em fase de instalação de uma nova fábrica de motores turbo.

“Com o início da produção em 2021, seremos o maior hub de powertrain da América Latina. Nenhuma fábrica produzirá tantos motores e transmissões na América Latina como Betim”, afirma Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina.

Foto: Nereu Jr

Veja também:

Alumínio está presente na nova geração de compartimentos de baterias automotivas

Um consórcio liderado pela Constellium e que conta com a participação de fabricantes e fornecedores do setor automotivo irá desenvolver uma nova geração de compartimentos de baterias de alumínio.  O projeto foi batizado de Alive (acrônimo de aluminium intensive vehicle enclosures). O objetivo é criar, desenvolver e testar novas arquiteturas estruturais que sejam escaláveis, tanto

Estudo da Novelis mostra vantagens do alumínio em carrocerias

O 13º Simpósio SAE Brasil de Novos Materiais e Aplicações na Mobilidade, realizado nos dias 15 e 16 de setembro, teve seu formato totalmente online. Durante a programação, foram discutidas soluções relacionadas à evolução dos materiais e novas tecnologias que podem ajudar a cadeia automotiva na busca pelo incremento da eficiência energética e segurança veicular. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu