IMG_20181107_151816015

Coleta de latinhas de alumínio cria oportunidades de emprego e renda em Olinda (PE)

Espera-se recolher uma tonelada de material reciclável em um dos carnavais mais famosos do Brasil

De acordo com a gestão municipal de Olinda (PE), a expectativa no carnaval deste ano é o recolhimento de cerca de 100 toneladas de material reciclável, principalmente latinhas de alumínio. Em 2019, esse volume foi de 53 toneladas, sendo 28 só de latas. A informação é do Jornal do Commércio.

Este ano, serão cerca de 600 pessoas fazendo essa coleta — contra 300 em 2019. A previsão da Coocencipe é de que o material recolhido movimente cerca de R$ 300 mil.

Além de proporcionar renda, a prefeitura de Olinda estima que a ação dos coletores deve gerar economia de R$ 20 mil, por não precisar enviar o material reciclável aos aterros sanitários.

Outras beneficiadas são as empresas parceiras das cooperativas, que compram o que for recolhido. No caso do alumínio, a Novelis custeia e antecipa o pagamento dos catadores que trabalham no feriado em busca das latinhas.

Vale lembrar que o alumínio é infinitamente reciclável e que o Brasil ocupa há mais de 10 anos a liderança do ranking dos países que mais reaproveitam o material.

Veja também:

Linha Native One de café expresso ganha novas cápsulas de alumínio

A Native renovou a linha de café expresso orgânico Native One e oferece agora cápsulas de alumínio 100% recicláveis, com cores que diferenciam o sabor das intensidades disponíveis. Os produtos também receberam embalagens herméticas, as quais, segundo a fabricante, garantem a qualidade e as características do café durante todo o período de validade (shelf life).

Cresce a demanda por embalagens de alumínio em meio à pandemia

O consumidor brasileiro mudou os hábitos diante da pandemia do novo coronavírus. Por permanecer mais tempo dentro de casa, tem optado por produtos com maior prazo de validade, refeições via delivery e a compra de bebidas em lata, segmentos atendidos pelo setor de embalagens de alumínio. Fernando Wongtschowski, gerente sênior de Estratégia e Marketing da

Fabricantes de latas de alumínio doam cestas básicas para catadores

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) vai realizar ao longo de três meses, uma ação humanitária para doar mais de 4.500 cestas básicas a cerca de 5 mil catadores de materiais recicláveis, entre autônomos e cooperados, que tiveram a renda comprometida por causa da pandemia. Esses profissionais representam 63 cooperativas espalhadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu