Confira-as-fotos-do-prêmio-As-100-Inovadoras-no-Uso-de-TI-2018

CBA está entre as 100+ Inovadoras no uso do TI

Premiação realizada no IT Forum X consagra a empresa na categoria de Siderurgia, Metalurgia e Mineração

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) é uma das vencedoras do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI. A empresa classificou-se em 3º lugar na categoria Siderurgia, Metalurgia e Mineração e conquistou a 58ª posição na classificação geral — o ranking avalia projetos de TI (tecnologia da informação) com impactos em inovação aos negócios de empresas brasileiras. A premiação, organizada pelo Grupo IT Mídia em parceria com a PwC, foi realizada dentro do evento de tecnologia IT Forum X deste ano, nos dias 16 e 17 de outubro, em São Paulo.

Participando pela primeira vez, e representada por seu gerente de TI, Luis Carlos Maldaner, a CBA recebeu a condecoração em razão do projeto de Supply Digital, uma das etapas dos aprimoramentos de diversos pontos da cadeia produtiva, em vigor desde 2018. Com o propósito de aperfeiçoar a conectividade de toda a rede logística, atribuindo a ela um sistema de menor risco e maior agilidade, o projeto abrange um conjunto de ferramentas com enfoque em facilitar o relacionamento direto da empresa com seus clientes.

As iniciativas que constituem o Supply Digital englobam mudanças de infraestrutura, reposicionamento e aumento do número de antenas para ampliação de sinal, além de repaginação de setores, como os de segurança, planejamento e armazenamento.

Um dos destaques é o novo sistema de rastreio de mercadoria, que permite maior controle na gestão de riscos, reduzindo assim o índice de roubos de carga. Além disso, para agendamento foi disponibilizado um portal em que transportadoras e clientes conseguem programar seus horários de carregamento. Os clientes podem rastrear veículos por meio do aplicativo Minhas Entregas.

Outra etapa do programa é a integração do plano logístico ao S&OP (planejamento de vendas e operações, em português), o que redefiniu estratégias a partir de inputs mercadológicos, baseados em D+2, ou seja, como deve ser olhado o planejamento de hoje até dois dias à frente. O processo aprimorou bids e celebrou contratos com transportadoras fixas, tanto por raio de entrega, como por expertise na região de atuação.

Já no segmento de armazenamento, os produtos de alumínio primários, como lingotes, tarugos e vergalhões, ganharam um estudo prévio para melhorias em suas disposições e no fluxo de veículos, além de instalações de câmaras e infraestrutura de TI, como a programação de remessa e o Yard Logistics, solução do S&OP implementado para desempenhar a gestão de todo o pátio, diretamente conectado com o portal de agendamentos.

Em geoposicionamento, programado para o começo de novembro, a CBA realizou um mapeamento de maior eficiência do tempo e gargalo de cada uma das atividades logísticas de dentro da fábrica, ou seja, seu tempo de permanência — monitoramento e repasse de informações são feitos em tempo real.

Todas as ações do Supply Digital promovem, de acordo com a CBA, a sustentabilidade da cadeia ao agregar ideias e gerar valor. O ganho de desempenho de entregas com clientes também é uma das conquistas do projeto, o qual já é reconhecido e refletido no aumento da satisfação.

 

Crédito da imagem: Divulgação

Veja também:

De ponta a ponta: multinacionais enxergam com bons olhos a compra de alumínio certificado

O Brasil é o único País do mundo com todas as refinarias de alumina certificadas pela Aluminium Stewardship Initiative (ASI). Em 2017, a organização global criou um programa independente com critérios e padrões, com foco em aspectos ambientais e sociais voltados para a produção, uso e reciclagem do alumínio. A certificação tem dois padrões:Performance: abrange questões

Hydro aumenta número de plantas de extrusão com certificação ASI

A Hydro teve este ano mais 15 unidades de produção certificadas de acordo com o Padrão de Desempenho da Aluminum Stewardship Initiative (ASI), que reconhece a produção, o fornecimento e a administração responsáveis de alumínio. Com isso, a multinacional agora possui 31 instalações de extrusão e fabricação de alumínio com o selo. As unidades recém-certificadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu