FotosSite4

Brasil segue líder em reciclagem de alumínio

O Dia Nacional da Reciclagem do Alumínio foi comemorado no último dia 28 de outubro e não faltam motivos para celebrar. A data foi marcada pela divulgação do índice de reciclagem, realizada pela Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas). O Brasil segue líder mundial há 14 anos, tendo reciclado no ano passado 292,5 mil toneladas – o que representa 97,9% das embalagens comercializadas.

São mais de 2,5 milhões de latas recicladas por hora em um país onde cada pessoa consome, em média, 117 embalagens todo ano. Somente na coleta de latas de alumínio foram injetados cerca de R$ 730 milhões na economia brasileira, sendo que o mercado movimenta mais de R$ 850 milhões internamente.

O Grupo ReciclaBR, líder na reciclagem de metais não ferrosos no Brasil, foi uma das empresas que investiu na coleta, ampliando o número de centros de coleta para 23 unidades em 13 estados e possibilitando uma cobertura mais ampla em todo território. Em 2017, o Grupo irá inaugurar uma nova planta de reciclagem e beneficiamento de alumínio, na cidade de Paranaíba, no Mato Grosso do Sul.

A importância da reciclagem ultrapassa as barreiras da economia e apresenta demais vantagens, como a inclusão social e geração de renda para as famílias de mais de 800 mil catadores de materiais recicláveis que atuam, hoje, no Brasil. Todo o processo desde a coleta da sucata até a produção de uma nova latinha de alumínio leva cerca de 60 dias. As latas são 100% recicláveis, gelam mais rápido e são mais fáceis de transportar e armazenar.

Para ilustrar o processo da cadeia, a Abal produziu um vídeo mostrando todas as etapas da cadeia pela qual a lata passa: a coleta, os centros de reciclagem, a fundição, laminação, até se tornar uma nova lata. No Facebook, o vídeo já conta com mais de 82 mil visualizações. Confira abaixo:

Veja também:

Ambev inaugura sua primeira fábrica de latas no Brasil

A Ambev iniciou a operação de uma fábrica de latas de alumínio em Sete Lagoas (MG), com capacidade de produção de 1,5 bilhão de unidades desta embalagem por ano. A companhia busca atender o aumento exponencial do consumo de bebidas enlatadas causado pela pandemia da Covid-19 no mundo todo. “Há um ano, quando começamos a

Nespresso anuncia meta de se tornar neutra em carbono até 2022

A Nespresso divulgou o objetivo global de compensar as emissões de CO2 da sua cadeia de suprimentos e do ciclo de vida do produto até 2022. Segundo a companhia, tudo que for produzido ou comercializado será calculado em créditos de carbono e os impactos ambientais gerados pela atividade industrial serão minimizados totalmente, garantindo a sustentabilidade

Lata da cerveja Devassa ganha nova identidade visual

A cerveja Devassa – do Grupo Heineken no Brasil – está colocando na praça uma nova embalagem para as versões em lata de alumínio (269, 350 e 473 ml). A identidade visual, criada em parceria com a agência de design CBA B+G, apresenta um conceito clean e minimalista. Segundo a marca, a mudança segue o

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu