P90382653_highRes_aluminium-recycling--830x553 (2)

BMW adota novo sistema de reciclagem do alumínio

Todas as rebarbas e sobras de chapas geradas após a estampagem são separadas e destinadas para a Novelis

A montadora alemã BMW implementou um novo sistema de reciclagem do alumínio em sua maior fábrica, localizada em Dingolfing, na Alemanha. Segundo o portal Aluauto, para a implementação do projeto, foram investidos cerca de 6,5 milhões de euros na modernizações da planta. 

Processo
Todas as rebarbas e sobras de chapas geradas após a estampagem são automaticamente separadas por tipo de liga. Depois, a sucata é prensada em forma de cubos e enviada para a Novelis, parceira no projeto e responsável pela produção das novas chapas usadas pela BMW.

O mesmo modelo será replicado nas plantas do Grupo BMW pelo mundo e já está em processo de implementação em Landshut, também na Alemanha, na fundição de metais leves.

Sustentabilidade
Cálculos divulgados pela BMW projetam que o novo processo reduzirá a emissão de CO2 em cerca de 120 mil t por ano. Explica-se: a reciclagem do alumínio gera 95% menos emissões de gases de efeito estufa se comparada com a produção do metal primário. 

“Com a introdução deste sistema de reciclagem, fortalecemos nossa posição como um centro global de competência em alumínio. Ao mesmo tempo, assumimos a responsabilidade pelo meio ambiente e o uso eficiente de matérias-primas na cadeia de suprimentos”, afirma Christoph Schröder, head da fábrica da BMW em Dingolfing.

LEIA TAMBÉM:
Sustentabilidade: economia circular e reciclagem no setor de alumínio
Novelis e Volvo criam sistema para reciclagem total do alumínio usado pela montadora

Veja também:

Pesquisa estima aumento de 24% no uso de alumínio em veículos leves na América do Norte até 2030

A mais recente pesquisa da Ducker Frontier, North American Light Vehicle Aluminium Content and Outlook, publicada em agosto, confirma a tendência de crescimento contínuo da participação do alumínio no conteúdo dos veículos leves na indústria automobilística norte-americana. Segundo o estudo, a presença do metal no conteúdo médio por veículo produzido deve subir para 233 kg

Tesla deve investir em máquinas gigantes de fundição de alumínio

Para garantir o uso mais avançado do alumínio no segmento automotivo, a Tesla – fabricante norte-americana de veículos elétricos – planeja substituir centenas de robôs por máquinas imensas de fundição. O investimento deve ser feito na planta da empresa localizada na Alemanha e a intenção é fabricar peças únicas de chassis, conforme divulgado pela Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu