Travessia

Apoiado pela Hydro, Programa Travessia capacita costureiras no Pará

Iniciativa prevê ainda doação de 150 mil máscaras caseiras para a região de Barcarena

Devido à pandemia do novo coronavírus, o Programa Travessia Barcarena – articulado pelos fundos de Sustentabilidade da Hydro (FSH) e PPA Solidariedade – iniciou, em novembro, o treinamento técnico de 120 costureiras do município paraense para a produção de máscaras faciais não médicas. A ideia é promover a geração de renda para mulheres que tiveram as atividades prejudicadas neste período e colaborar com a prevenção da Covid-19.

Cerca de 150 mil máscaras devem ser produzidas até junho de 2021. O programa fornecerá todo o material utilizado para a confecção e as costureiras serão remuneradas pela produção. As peças produzidas serão doadas para as associações comunitárias da cidade, em parceria com a Iniciativa Barcarena Sustentável (IBS).

“A Hydro uniu-se a parceiros locais e internacionais em busca de soluções efetivas para as necessidades do município neste momento desafiador. Essa é uma ação direcionada ao desenvolvimento sustentável de Barcarena e ao empoderamento e geração de renda para essas mulheres”, ressalta Eduardo Figueiredo, diretor do FSH. 

O Travessia Barcarena terá duração de 10 meses. Além da frente de geração de renda a costureiras, o programa atua no apoio a 90 agricultores selecionados pelo projeto Ativa Barcarena. Um aporte financeiro de R$ 3,8 milhões foi destinado à ação, sendo R$ 2,5 milhões investidos pelo FSH e R$ 1,3 milhão via Fundo PPA Solidariedade, formado pelos parceiros Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid), NPI Expand, Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e Sitawi Finanças do Bem.

Veja também:

CBA investe em tecnologia para ser ainda mais eficiente

Em entrevista ao Liderança Digital, série promovida pelo Valor Econômico, Ricardo Carvalho, presidente da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), falou sobre a importância das novas tecnologias para maior competitividade da indústria do metal.   Segundo o dirigente, a empresa lançou a jornada CBA 4.0 em 2018, que envolve pessoas, processos, tecnologia e cibersegurança, e trabalha

Alumínio contribui com a sustentabilidade de eventos

Na pré-pandemia, a indústria de eventos movimentava R$ 854 bilhões por ano no Brasil e representava 13% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, de acordo com dados divulgados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Ministério do Turismo. Apesar do forte impacto e das incertezas causadas pela crise sanitária, a preocupação

Daniel Marrocos Camposilvan assume diretoria de Energia da CBA

O Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) aprovou a indicação de Daniel Marrocos Camposilvan para o cargo de diretor do Negócio Energia. O profissional assume o posto a partir de 1° de fevereiro de 2022. A empresa tinha comunicado, em outubro de 2021, a decisão de gerir internamente a operação de suas

Rolar para cima