Travessia

Apoiado pela Hydro, Programa Travessia capacita costureiras no Pará

Iniciativa prevê ainda doação de 150 mil máscaras caseiras para a região de Barcarena

Devido à pandemia do novo coronavírus, o Programa Travessia Barcarena – articulado pelos fundos de Sustentabilidade da Hydro (FSH) e PPA Solidariedade – iniciou, em novembro, o treinamento técnico de 120 costureiras do município paraense para a produção de máscaras faciais não médicas. A ideia é promover a geração de renda para mulheres que tiveram as atividades prejudicadas neste período e colaborar com a prevenção da Covid-19.

Cerca de 150 mil máscaras devem ser produzidas até junho de 2021. O programa fornecerá todo o material utilizado para a confecção e as costureiras serão remuneradas pela produção. As peças produzidas serão doadas para as associações comunitárias da cidade, em parceria com a Iniciativa Barcarena Sustentável (IBS).

“A Hydro uniu-se a parceiros locais e internacionais em busca de soluções efetivas para as necessidades do município neste momento desafiador. Essa é uma ação direcionada ao desenvolvimento sustentável de Barcarena e ao empoderamento e geração de renda para essas mulheres”, ressalta Eduardo Figueiredo, diretor do FSH. 

O Travessia Barcarena terá duração de 10 meses. Além da frente de geração de renda a costureiras, o programa atua no apoio a 90 agricultores selecionados pelo projeto Ativa Barcarena. Um aporte financeiro de R$ 3,8 milhões foi destinado à ação, sendo R$ 2,5 milhões investidos pelo FSH e R$ 1,3 milhão via Fundo PPA Solidariedade, formado pelos parceiros Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid), NPI Expand, Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e Sitawi Finanças do Bem.

Veja também:

Produção global de alumínio primário cresce 4,22% em dezembro de 2020

O International Aluminium Institute (IAI) divulgou o resultado da produção global do metal primário em dezembro de 2020, que somou 5,6 milhões de toneladas, um aumento de 4,22% em comparação ao mesmo período de 2019. Apesar disso, a média diária de produção foi 0,33% menor em relação a novembro do ano passado. De acordo com

Alubar aumenta capacidade produtiva com novo laminador no Pará

Após nove meses, a Alubar finalizou o projeto do 4º laminador da fábrica localizada em Barcarena (PA). Com a instalação do equipamento, a companhia terá um incremento médio de 30 mil t/a na produção de vergalhões de ligas de alumínio e deve reduzir a importação de insumos, com impacto direto nos custos. A operação e

MRN atinge meta de reflorestamento em 2020 no Pará

A Mineração Rio do Norte (MRN), que mantém uma operação com bauxita na Floresta Nacional Saracá-Taquera, no município paraense de Oriximiná, finalizou o ano de 2020 com mais de 500 ha de área reflorestada. O resultado ficou acima da média anual, que gira em torno de 350 a 400 ha. Ao todo, o trabalho envolveu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima