Manifesto CBA

Apesar do ano atípico, CBA se adapta e conclui ações com sucesso em 2020

Relatório anual revela aumento da receita líquida em 3% em relação a 2019

A pandemia da Covid-19 trouxe desafios econômicos, sociais e sanitários que exigiram da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) maior capacidade de transformação para continuar avançando em soluções de alumínio mais sustentáveis. É o que revela o Relatório anual 2020 recém-divulgado pela empresa.

Segundo o documento, a receita líquida cresceu 3% em comparação a 2019, somando R$ 5,4 bilhões. O volume de vendas foi de 408 mil t, 16% maior do que no ano anterior. Já o Ebitda ajustado (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 537 milhões, 38% menor em relação a 2019.

Em termos de produção foram 1,72 milhão de t de bauxita beneficiadas, 307 mil t de alumínio líquido e 332 mil t de produtos primários e transformados.

 Relembre as principais ações realizadas em 2020:

  • Conclusão do processo de aquisição e integração da fábrica da Arconic em Itapissuma (PE), ampliando a capacidade de produção para 85 mil t de folhas de alumínio por ano;
  • Evolução da estratégia de sustentabilidade para o modelo de governança ambiental, social e corporativa, com a definição de objetivos até 2030, com foco em oferecer alumínio de baixo carbono e soluções sustentáveis;
  • Realização de duas captações de recursos por meio de títulos verdes. Foram R$ 500 milhões para investimentos em projetos para redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE), geração de resíduos, consumo de água e insumos;
  • Seguindo a evolução da jornada CBA 4.0, foram aplicados R$ 149 milhões em tecnologia e projetos de inovação. A pandemia da Covid-19 também promoveu a aceleração da transformação digital;
  • Lançamento do Guia e da Política de Diversidade e Inclusão. Crescimento de 45% no quadro de mulheres em relação a 2019. Compromisso com os d0 princípios do Pacto Global e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU);
  • Apoio às comunidades durante a pandemia da Covid-19, com investimentos de R$ 7,3 milhões em diversas ações. Ao todo, foram 18 municípios, com 800 mil habitantes beneficiados;
  • Novo posicionamento da Metalex, unidade dedicada à reciclagem de sucata de alumínio resultante de processos produtivos. A empresa anunciou projeto de expansão com conclusão prevista para 2023.

Veja também:

Pará lidera ranking de exportações minerais no Brasil

O estado do Pará registrou o melhor desempenho nas exportações minerais do país, de janeiro a abril deste ano, com 57 milhões de t de produtos, o equivalente a US$ 8,1 bilhões. A informação foi divulgada no boletim econômico do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral), no dia 15 de maio, que também traz

Projeto Foco&Futuro, da ABAL, destaca inovação e sustentabilidade do setor do alumínio

O ‘Foco&Futuro: experiências que transformam’, iniciativa da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), promoveu na última quinta-feira, 13 de maio, a 2ª masterclass no canal do Youtube da Eureca, consultoria especializada em recrutamento de jovens e parceira no projeto. Na ocasião, representantes do grupo de mentores do hackathon deram dicas de conteúdo para os estudantes e

Programa Brasil Mais pode elevar produtividade na cadeia do alumínio

O Programa Brasil Mais do Governo Federal busca orientar médias, pequenas e microempresas em suas práticas gerenciais e produtivas para o aumento da produtividade e competitividade. Além disso, incentiva a inovação rumo à transformação digital tanto no comércio como na indústria e serviços. A iniciativa é coordenada pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima