109 fotos para acervo da Alunorte 2008.
Barcarena, Pará, Brasil.
Paulo Santos/Interfoto
set/out/2008

Alunorte apresenta iniciativa no 17º Simpósio Internacional de Confiabilidade

Em Vitória, empresa falará sobre a metodologia Life Data Analysis (LDA) para a coleta de dados e avaliação do tempo de vida útil de duas caldeiras de alta pressão em Barcarena (PA)

26 de agosto, às 11h05

A refinaria Alunorte apresentará, na próxima semana, o case “Metodologia LDA para aumento da campanha em caldeiras de alta pressão”. A apresentação será feita no 17º Simpósio Internacional de Confiabilidade (SIC), que será realizado de 28 a 30 de agosto no hotel Golden Tulip Porto Vitória, na capital do Espírito Santo.

A palestra, que será realizada no Painel 10 do evento, abordará o projeto desenvolvido pela refinaria de alumina localizada em Barcarena (PA), o qual contou com investimentos da ordem de R$ 7,5 milhões desde 2017, quando aplicou a metodologia Life Data Analysis (LDA) para a coleta de dados e avaliação do tempo de vida útil de duas caldeiras de alta pressão dentre o total de doze que estão instaladas na planta.

Com o suporte do software Weibull ++, foi definido o intervalo de manutenção preventiva e um planejamento de melhorias para ampliar a durabilidade operacional dos equipamentos. “Podemos citar como exemplo de melhoria destas caldeiras a detecção de uma falha em um conjunto de tubos, que conseguimos ajudar com o desenvolvimento de um protótipo de proteção, conhecido como escudo”, comenta o engenheiro mecânico de manutenção, Everton Mendonça, que apresentará o trabalho durante o SIC.

O resultado foi o aumento de 500% na atividade contínua (passou de 35 para mais de 220 dias) e a redução de 94% nas perdas financeiras anuais das caldeiras. Os próximos passos apontam para o desenvolvimento de um escudo ainda mais robusto, sem necessidade de troca, com uma nova estrutura de soldagem e limite mais amplo de espessura na proteção que deve ser instalado até 2020.

Veja também:

Alcoa Poços de Caldas agenda auditoria para certificação ASI

A Alcoa de Poços de Caldas (MG) está se preparando para receber a certificação no padrão de desempenho da organização global Aluminium Stewardship Initiative (ASI). A auditoria está agendada para março de 2022. As unidades da companhia localizadas em São Luís (MA) e Juruti (PA) já conquistaram o selo. “Acreditamos que esse é um importante

Alubar cria link específico para PCDs em banco de talentos online

A Alubar, fabricante de cabos elétricos e vergalhões de alumínio, passou a disponibilizar um link específico no seu banco de talentos para pessoas com deficiência (PCDs) interessadas em vagas de emprego na planta paraense de Barcarena e no escritório global em São Paulo.  As inscrições devem ser realizadas exclusivamente na plataforma de recrutamento e seleção #SejaAlubar.

Albras conquista selo de ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol

A Albras, produtora de alumínio primário pertencente à multinacional Hydro e à Nippon Amazon Aluminium (NAAC), obteve o selo de ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol, pela 4ª vez consecutiva. A chancela atesta a qualidade no gerenciamento de gases de efeito estufa (GEE) de organizações-membro. O selo ouro demonstra a robustez e transparência do inventário

Rolar para cima