109 fotos para acervo da Alunorte 2008.
Barcarena, Pará, Brasil.
Paulo Santos/Interfoto
set/out/2008

Alunorte apresenta iniciativa no 17º Simpósio Internacional de Confiabilidade

Em Vitória, empresa falará sobre a metodologia Life Data Analysis (LDA) para a coleta de dados e avaliação do tempo de vida útil de duas caldeiras de alta pressão em Barcarena (PA)

26 de agosto, às 11h05

A refinaria Alunorte apresentará, na próxima semana, o case “Metodologia LDA para aumento da campanha em caldeiras de alta pressão”. A apresentação será feita no 17º Simpósio Internacional de Confiabilidade (SIC), que será realizado de 28 a 30 de agosto no hotel Golden Tulip Porto Vitória, na capital do Espírito Santo.

A palestra, que será realizada no Painel 10 do evento, abordará o projeto desenvolvido pela refinaria de alumina localizada em Barcarena (PA), o qual contou com investimentos da ordem de R$ 7,5 milhões desde 2017, quando aplicou a metodologia Life Data Analysis (LDA) para a coleta de dados e avaliação do tempo de vida útil de duas caldeiras de alta pressão dentre o total de doze que estão instaladas na planta.

Com o suporte do software Weibull ++, foi definido o intervalo de manutenção preventiva e um planejamento de melhorias para ampliar a durabilidade operacional dos equipamentos. “Podemos citar como exemplo de melhoria destas caldeiras a detecção de uma falha em um conjunto de tubos, que conseguimos ajudar com o desenvolvimento de um protótipo de proteção, conhecido como escudo”, comenta o engenheiro mecânico de manutenção, Everton Mendonça, que apresentará o trabalho durante o SIC.

O resultado foi o aumento de 500% na atividade contínua (passou de 35 para mais de 220 dias) e a redução de 94% nas perdas financeiras anuais das caldeiras. Os próximos passos apontam para o desenvolvimento de um escudo ainda mais robusto, sem necessidade de troca, com uma nova estrutura de soldagem e limite mais amplo de espessura na proteção que deve ser instalado até 2020.

Veja também:

Alubar promove mudanças em sua diretoria

Com foco na gestão e no planejamento estratégico, a Alubar tem promovido alterações na estrutura organizacional desde agosto deste ano. Dessa vez, a empresa elegeu Thais Porto para assumir a diretoria Financeira e André Cruz para a diretoria recém-criada de Auditoria Interna e Compliance – ambas as áreas consideradas essenciais pela companhia que atua em

CBA recebe selo ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol

Pela 3ª vez consecutiva, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) conquistou o selo ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol. Desde 2018, a empresa divulga de forma voluntária os resultados do seu inventário de emissões de gases do efeito estufa (GEE) no Registro Público de Emissões, plataforma online em que estão disponíveis os dados das companhias participantes do

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu