P90457433_highRes_100-percent-green-po (1)

Alumínio ajuda o Grupo BMW em seus objetivos de sustentabilidade

Carros das marcas BMW e Mini serão equipados apenas com rodas de liga leve de alumínio produzidas de forma sustentável

A partir de 2024, todos os modelos das marcas BMW e Mini, ambas do Grupo BMW, serão equipados exclusivamente com rodas de liga leve de alumínio produzido com energia 100% sustentável.

Anualmente, o Grupo BMW adquire cerca de 10 milhões de rodas de liga leve, 95% delas feitas com alumínio fundido. Segundo a companhia, o processo de produção das rodas é responsável por, aproximadamente, 5% das emissões de CO2 da cadeia de fornecedores. Com a anunciada transição para a produção sustentável, é esperado que essas emissões sejam reduzidas em mais de 50% — mais de 500 mil t de CO2 por ano.

“A energia verde é um dos maiores fatores para a redução nas emissões de CO2 em nossa rede de fornecimento. Nós já assinamos mais de 400 contratos com nossos fornecedores, incluindo os de rodas e de alumínio, exigindo o uso de energia gerada de forma sustentável”, afirma Joachim Post, membro do Conselho de Administração do Grupo BMW, responsável por Compras e Rede de Fornecedores.

A meta é reduzir as emissões em toda a cadeia de fornecedores em 20% até 2030 — considerando os níveis registrados em 2019. O controle da procedência do alumínio será feito por meio de empresas independentes de auditoria.

O uso de alumínio produzido com energia 100% verde já é aplicado pela BMW em sua própria produção. Desde 2021, o Grupo adquire alumínio dos Emirados Árabes Unidos fabricado exclusivamente com energia proveniente de fonte solar.

As mais de 43 mil t do metal são processadas na planta de fundição da BMW, usadas na produção de peças de carroceria e da transmissão.

Rodas de alumínio do Grupo BMW: desde 2021, empresa adquire alumínio fabricado exclusivamente com energia de fonte solar (Fotos: Divulgação BMW)

Alumínio reciclado
A BMW ressalta ainda outro importante atributo do alumínio: a facilidade do processo de reciclagem e a sua reinserção na cadeia produtiva. Mais significativo também é que o reaproveitamento demanda 95% menos energia do que a produção do metal primário.

Dessa forma, esse é outro ponto contemplado no plano do Grupo BMW, que também anunciou que a nova geração do Mini Countryman será lançada em 2023 com rodas de liga leve de alumínio produzidas com 70% de conteúdo reciclado.

Segundo a empresa, a combinação do uso de energia 100% sustentável com 70% de material secundário fará com que a produção dessas rodas, comparada com os processos convencionais de fabricação, tenha diminuição nas emissões de CO2 de 70%.

Veja também:

Folhas de alumínio para baterias de íons de lítio serão produzidas no Brasil

A produção de folhas de alumínio no Brasil, destinada majoritariamente para o setor de embalagens, em breve ganhará uma nova e importante aplicação. Um projeto desenvolvido pela parceria entre Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) do Paraná irá avaliar a viabilidade da utilização da folha de alumínio nacional

Pioneira na carroceria de alumínio, Ford F-150 vem ao Brasil

A Ford confirmou a importação oficial da F-150 para o Brasil a partir de 2023. O anúncio foi realizado durante a edição 2022 da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola (Agrishow), realizada no final de abril, em Ribeirão Preto (SP), quando a marca exibiu um exemplar da picape.   Um dos principais ícones da indústria automobilística norte-americana,

Stellantis lança o Hurricane, motor turbo com bloco e pistões de alumínio

A Stellantis apresentou o seu novo motor biturbo de três litros e seis cilindros em linha. Batizado de Hurricane (furacão, em inglês), o novo propulsor, que, segundo a marca, gera mais de 500 cv, é 15% mais eficiente, igualando-se à performance de outros V6 turbo e V8 aspirados do mercado — ao mesmo tempo que

Rolar para cima