Israel Santos_Divulgação MRN

Alubar e MRN investem em segurança preventiva no Pará

Certificadas, companhias usam a tecnologia a favor dos profissionais

No Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho, comemorado nesta terça-feira, 27 de julho, destacamos as indústrias paraenses do setor do alumínio que investem em tecnologias e desenvolvem iniciativas para garantir ambientes adequados para os colaboradores.

No distrito de Porto Trombetas, município de Oriximiná (PA), a Mineração Rio do Norte (MRN) – foto acima – conduz a produção de bauxita com ações de prevenção para manter as taxas de ocorrências em patamares abaixo de 1 (uma ocorrência a cada 1 milhão de horas trabalhadas).

“Nosso indicador em 2021 está em 0,64. O cuidado e o respeito pelas pessoas e meio ambiente e os ativos direcionam a empresa na melhoria contínua das condições de trabalho, eliminação e controle de perigos e diminuição de riscos, viabilizando operações mais saudáveis e seguras. É um valor que permeia toda a organização e não faz distinção entre empregados próprios e contratados”, relata Flávio Trioschi, gerente da área de Segurança no Trabalho.

Na busca pela evolução contínua na cultura de segurança, destacam-se as seguintes ações:

  • Diálogo diário de segurança;
  • Inspeções de campo;
  • Comitês de Segurança e Saúde (próprios);
  • Comissão de Segurança e Saúde (contratados);
  • Modernização da brigada industrial;
  • Integração dos empregados;
  • Capacitações;
  • Campanhas de informação;
  • Reforço, conscientização e participação ativa da gestão.

“Recentemente, a MRN fez o upgrade da certificação de gestão de saúde e segurança para a norma ISO 45001. Essa ação atesta a conformidade com os mais modernos padrões nessas áreas”, completa Trioschi.

Implementação de QR codes
Em Barcarena (PA), a Alubar – empresa que atua na produção de cabos elétricos e vergalhões de alumínio – instalou um sistema de leitura de QR codes colado nos capacetes dos colaboradores.

Por meio da tecnologia, é possível visualizar a carteira digital do profissional e a validade dos seus treinamentos. Assim, fica mais fácil saber se o operador está em dia com as permissões de trabalho em altura, espaços confinados ou outros locais que precisam de capacitação específica.

“Eles utilizavam uma carteirinha impressa, que poderia ser facilmente perdida ou desatualizada. Com os códigos, garantimos informação atualizada de fácil acesso, reduzindo os custos com impressão e confecção de crachás”, explica Rafael Conceição, técnico de Segurança do Trabalho da Alubar.

Nos últimos meses, a Alubar também investiu em diversas ações de segurança do trabalho operacional, sobretudo nas plantas brasileiras em Barcarena (PA) e Montenegro (RS).

Foram realizadas melhorias nas instalações, revisão de rotinas, mapeamento de riscos, sinalização, pintura, organização de fluxo de pedestres e veículos, além de adaptações de máquinas e equipamentos de proteção coletiva.

Em Barcarena, também foi desenvolvida a metodologia de Análise Pré-Tarefa (APT), que tem como objetivo estimular o colaborador a relembrar diariamente todos os riscos envolvidos durante a realização de suas atividades, garantindo um ambiente cada vez mais seguro.

 

Veja também:

Balança comercial: alumínio registra superávit no primeiro semestre de 2021

De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a balança comercial do setor no primeiro semestre de 2021 registrou superávit de US$ 623 milhões (valor FOB, sigla em inglês para designar o frete em que a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente). O resultado positivo se deve, principalmente, às exportações de alumina

Novo IPad tem estrutura com alumínio 100% reciclado

Com foco no meio ambiente, os novos iPad e iPad mini têm estrutura com alumínio 100% reciclado e estão disponíveis nas cores prateado e cinza-espacial. Segundo a Apple, fabricante dos equipamentos, todos os modelos da linha contam com o metal. Atualmente, as operações corporativas globais da empresa são neutras em emissões de carbono. No entanto,

Alcoa completa 12 anos de investimentos em Juruti (PA)

Nesta quarta-feira, 15 de setembro, a Alcoa completa 12 anos desde a sua chegada no município de Juruti (PA), onde mantém uma mina de bauxita e movimenta o porto local. Além da preocupação com os negócios, a companhia mantém um olhar para o futuro da cidade, a partir de investimentos em diversas áreas, como a

Rolar para cima