Cabos de alumínio com fios de perfil trapezoidal ACFR: permitem o aumento da capacidade de linhas de transmissão já existentes apenas com a substituição dos cabos com fios arredondados

Alubar consolida-se no mercado do alumínio em 2019, segundo relatório anual

Novas plantas e recordes na produção marcam os negócios durante o período

Após grande expansão em 2018, a Alubar – fabricante de cabos elétricos e vergalhões de alumínio e de condutores de cobre – seguiu na busca por novos mercados. Assim, a companhia adquiriu em 2019 unidades em Bécancour, no Canadá, e em Montenegro, no Sul do Brasil. Além disso, a empresa bateu recordes de produção e ultrapassou 100 mil t de cabos elétricos. Os resultados positivos foram sentidos na receita líquida: 65% superior em relação ao ano anterior.

O relatório anual de 2019, divulgado no site da Alubar, apresenta essas e outras informações sobre as atividades da companhia.

A publicação inclui os demonstrativos econômico-financeiros, as melhorias operacionais e os avanços em diferentes áreas — meio ambiente e qualidade, riscos e compliance, logística e suprimentos, pessoas, comunicação, tecnologia e social.

O documento apresenta ainda as iniciativas alinhadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), do Pacto Global das Nações Unidas, do qual a empresa é signatária.

Segundo a Alubar, o desafio agora será manter o ritmo de crescimento nos mercados em que atua no Brasil e conquistar clientes em outros países do continente americano.

Acesse aqui o relatório anual na íntegra, disponível em vários idiomas.

Veja também:

Alubar adota ferramenta moderna de recrutamento e seleção

O Seja Alubar é o novo sistema de recebimento de currículos e preenchimento de vagas de emprego da companhia de cabos elétricos e vergalhões de alumínio no Brasil. Ao utilizar a plataforma Gupy, o objetivo é reduzir o tempo médio de seleção de 32 dias para até 15 dias, além de tornar os processos mais

Fornecedores de cabos de alumínio estão atentos a investimentos para o setor elétrico

A pandemia da Covid-19 impactou o setor elétrico. Devido às incertezas, o Ministério de Minas e Energia (MME) chegou a adiar os certames previstos para 2020. No entanto, em agosto, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou para dezembro o primeiro leilão de transmissão de energia elétrica do ano. Ao todo, 11 lotes devem

Líderes setoriais reforçam importância da aprovação da Nova Lei do Gás pelo Senado

A chamada Nova Lei do Gás, Projeto de Lei 6407/13, foi o principal assunto do segundo painel do 4º Fórum Brasileiro do Gás Natural, realizado pela Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (Aspacer) nesta semana. Após ser aprovado no início de setembro pela Câmara dos Deputados, o texto-base aguarda apreciação do Senado Federal. Representantes de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima