Monitoramento_da_saúde_de_colaboradores_com_aferição_da_temperatura_na_portaria._Foto-Ascom_Alcoa

Alcoa Juruti mantém medidas rígidas contra o novo coronavírus

Objetivo é garantir a segurança dos colaboradores e da comunidade

Apesar da flexibilização gradativa da quarentena em alguns Estados brasileiros, a Alcoa Juruti mantém as ações de controle e prevenção contra o novo coronavírus  no município paraense. Além disso, a empresa participa do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19, doa itens médicos e presta ajuda humanitária.

“Estamos seguindo todas as precauções recomendadas pelas autoridades sanitárias e de saúde para enfrentamento da Covid-19. Também mantemos as quarentenas, desencorajamos totalmente as viagens não essenciais pelos colaboradores e reforçamos as orientações sobre o uso obrigatório de máscaras”, destaca Genesis Costa, gerente-geral da Alcoa Juruti.

Conheça as ações da companhia:

  • Distribuição massiva de máscaras e álcool em gel;
  • Adoção do trabalho a distância;
  • Isolamento domiciliar dos trabalhadores do “grupo de risco” (idosos, grávidas, hipertensos e doentes crônicos);
  • Proibição de desembarque de tripulantes no porto;
  • Comunicação antecipada às autoridades locais sobre mobilização de colaboradores de outras localidades, garantindo o cumprimento de quarentena domiciliar de 7 dias a pessoas assintomáticas e 14 para sintomáticas;
  • Monitoramento da temperatura e dos níveis de saturação de oxigênio no sangue de colaboradores nas portarias para verificar se há febre ou dificuldade respiratória;
  • Postos avançados do Serviço Médico Alcoa no Porto para isolamento de colaboradores com sintomas;
  • Desinfecção diária dos ônibus, garantindo o distanciamento social no interior dos veículos;
  • Higienização reforçada de ambientes na planta;
  • Distanciamento social nas refeições;
  • Autoavaliação diária de condições de saúde pelo colaborador no início da jornada de trabalho e afastamento imediato se houver qualquer sintoma;
  • Acompanhamento médico por telemonitoramento e atendimento domiciliar.

Veja também:

Hydro compra máscaras caseiras de empreendedores locais no Pará

Para estimular a economia local neste período de pandemia do novo coronavírus, a Hydro adquiriu cerca de 230 mil máscaras caseiras de pequenos fornecedores dos municípios em que suas unidades estão instaladas e as distribuiu para os empregados da Mineração Paragominas, Alunorte, Albras e de escritórios regionais. A seleção seguiu os critérios de qualidade e

A pedido da ABAL, Brasil investiga China por dumping na exportação de laminados de alumínio

Após denúncia realizada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex) abriu investigação sobre a venda de produtos laminados de alumínio chineses por um preço menor do que o cobrado no mercado interno daquele país, o que afeta a indústria brasileira. Se a prática, chamada de dumping,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu