AdobeStock_346905369

Afeal estima crescimento de faturamento do setor de esquadrias de alumínio em 10,5% em 2021

Dado foi revelado em encontro anual da entidade, realizado virtualmente nesta semana

Depois da turbulência causada pela pandemia da Covid-19, o segmento de esquadrias de alumínio vive um momento positivo. É o que revelou Alberto Cordeiro, presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal), no 4º encontro do segmento, realizado de maneira virtual e simultânea à Fesqua 2021 no dia 29 de setembro.

Segundo o dirigente da entidade, apesar da queda no volume em 2020, o faturamento subiu 10,7%, devido ao aumento do preço das matérias-primas, alcançando R$ 5,6 bilhões no ano passado.

“Para 2021, a perspectiva é de crescimento de 10,5%. Com a previsão de lançamentos imobiliários, 2022 também já está contratado, pois o nosso setor chega um ano depois no empreendimento, no período de acabamento da obra”, explica.

Panorama da incorporação imobiliária
Atualmente, o setor de construção civil emprega 10% dos trabalhadores brasileiros, gera 9% de todos os tributos arrecadados no país e representa 7% do Produto Interno Bruto (PIB). A informação é de Luiz Antônio França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

“O PIB da construção ajuda a puxar o PIB do Brasil de maneira positiva. Havendo a recuperação da economia, geramos empregos rapidamente. Podemos ser a locomotiva do crescimento assim que tivermos condições macroeconômicas estáveis”, declarou o executivo durante o encontro.

De acordo com o presidente da Abrainc, o mercado de incorporação tem grande ajuda da taxa de juros real que segue negativa, o que estimula as pessoas a investir em imóveis em vez de em aplicações financeiras tradicionais.

Uma pesquisa realizada com 18 associadas mostrou que os lançamentos de imóveis aumentaram 61% no primeiro semestre de 2021. Outro estudo, em parceria com a Deloitte, apontou que 94% dos empresários pretendem lançar pelo menos um empreendimento nos próximos meses.

Perspectivas macroeconômicas
Para Denise de Pasqual, economista e diretora-comercial da Tendências Consultoria, a retomada das atividades está em curso no Brasil, mas o cenário para 2022 poderá ser mais desafiador, com os impactos da elevação da taxa de juros e a incerteza eleitoral afetando o câmbio.

No evento, a consultora informou que a inflação deve ficar muito acima da meta neste ano, com projeção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 8,2%.

“Quando olhamos os segmentos de produtos, a alta dos preços da energia e dos combustíveis chega a 12,6%. Em 2022, a expectativa do IPCA é de 4,2%, com inflação mais equilibrada entre os segmentos”, explica.

Na visão da especialista, o país vive uma crise fiscal de longo prazo, relacionada tanto à inflação como à receita, cuja ampliação não se repete nos próximos anos. Nesse cenário, há necessidade de reformas estruturais, além de discussão de gastos obrigatórios como saúde e educação, dentro de um orçamento engessado.

No setor da construção civil, a consultora afirma que o PIB está crescendo com taxas bem acima da média da economia, assim como o financiamento imobiliário, o qual deve aumentar 30%. No entanto, ambos terão acomodação em 2022, por conta da alta da taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) e do ambiente mais instável.

Em relação às vendas de imóveis novos, a projeção é de aumento de 9% em 2021 e de 1,7% no ano que vem. Já os lançamentos devem subir 17% neste ano e 1,2% em 2022.

“A fragilidade do mercado de trabalho, as incertezas econômicas, a taxa de juros e as condições de crédito imobiliário ficarão mais apertadas”, frisa Denise.

Veja também:

Hydro Extrusão é uma das empresas apoiadoras da Casa de Metal

A Hydro Extrusão colaborou com a modernização do prédio que abriga a Casa de Metal, inaugurada no último dia 3 de maio, no bairro do Campo Belo, em São Paulo. O espaço cultural foi estruturado pela Quattro Projetos com a chancela da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM). A companhia fez a doação

Serralheiro está cada vez mais industrializado e informado

O serralheiro, que tem seu dia comemorado em 23 de abril, é especialista em confeccionar, reparar e instalar peças metálicas junto ao consumidor, integrando a indústria de esquadrias de alumínio e fazendo um importante elo com os clientes finais. Magda Reis, consultora da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), esclarece que boa parte das empresas conhecidas

Vitrine da construção civil, Feicon destaca produtos com alumínio

Após mais de dois anos do início pandemia, a 26ª edição da Feicon — maior evento de construção civil e arquitetura da América Latina —, foi realizada no formato presencial no São Paulo Expo, na capital paulista, e apresentou soluções com alumínio. EsquadriasHá 27 anos no mercado, a Perfil Alumínio, com matriz em Vila Velha

Rolar para cima