Shore crane loading containers in freight ship

ABAL esclarece que desde 2018 alumínio brasileiro paga sobretaxa aos EUA

Entidade disse ainda que não há posicionamento oficial do governo norte-americano sobre o anúncio de Trump no Twitter

Após a manifestação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no Twitter sobre a restauração de tarifa para o alumínio brasileiro enviado para o país, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) explicou que, desde 1º de junho de 2018, as exportações do metal aos Estados Unidos já pagam sobretaxa.

De acordo com a ABAL, trata-se de um acordo ratificado no ano passado, quando se abriu a possibilidade de substituir a sobretaxa por cotas limitadas de exportação — o setor optou pela sobretaxa.

Segundo o post de Trump no Twitter, Brasil e Argentina têm promovido uma desvalorização maciça de suas moedas, o que não é bom para os agricultores americanos. “Com efeito imediato, restaurarei as tarifas do aço e alumínio enviados para os Estados Unidos, a partir desses países”, declarou.

A ABAL esclareceu ainda que, exceto essa manifestação do presidente Trump, não há nenhuma posição oficial do governo norte-americano em relação ao tema.

Entenda o caso
Em março do ano passado, o governo norte-americano estabeleceu tarifa de 10% sobre o alumínio importados ao país. À época, o governo brasileiro argumentou que as tarifas estabelecidas eram injustificadas, mas que permanecia aberto para encontrar uma solução.

Logo depois foi dada a opção de trocar a sobretaxa por uma cota máxima de importação do alumínio brasileiro, opção rechaçada pelo segmento.

Apenas em novembro de 2019, a cotação do dólar teve alta de quase 6% frente ao real, atingindo o recorde histórico de R$ 4,2580 na última quarta-feira, dia 27.

Crédito da imagem de abertura: adobe.stock.com

Veja também:

Setor de esquadrias de alumínio adapta-se ao novo cenário no Brasil

A Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (Afeal) realizou na última quarta-feira, dia 17 de junho, uma transmissão ao vivo com a participação de lideranças da Assa Abloy Brasil, Hydro Extrusion, Perfil Alumínio e 3A Alumínio. A partir do tema Virando o jogo, os executivos abordaram as principais mudanças na indústria desde o

Randon produz componentes de alumínio para ventiladores pulmonares

A Randon, por meio de sua subsidiária, a Ferrari Indústria Metalúrgica, está participando de um trabalho colaborativo liderado pela Embraer. Trata-se da construção de 300 ventiladores pulmonares destinados à rede de saúde neste período de pandemia. Coube à companhia a fabricação das válvulas reguladoras de fluxo de ar e tubos venturi — componentes usados para

Hydro registra crescimento de produção no Brasil em abril e maio

Um balanço realizado pela Hydro do Brasil mostra que os volumes de produção de bauxita e alumina aumentaram em abril e maio, em comparação ao mesmo período de 2019. Nos meses analisados, foram produzidas 1,76 milhão de t de bauxita, 94% a mais em relação ao ano anterior. Já a produção de alumina cresceu 82%,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu