Shore crane loading containers in freight ship

ABAL esclarece que desde 2018 alumínio brasileiro paga sobretaxa aos EUA

Entidade disse ainda que não há posicionamento oficial do governo norte-americano sobre o anúncio de Trump no Twitter

Após a manifestação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no Twitter sobre a restauração de tarifa para o alumínio brasileiro enviado para o país, a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) explicou que, desde 1º de junho de 2018, as exportações do metal aos Estados Unidos já pagam sobretaxa.

De acordo com a ABAL, trata-se de um acordo ratificado no ano passado, quando se abriu a possibilidade de substituir a sobretaxa por cotas limitadas de exportação — o setor optou pela sobretaxa.

Segundo o post de Trump no Twitter, Brasil e Argentina têm promovido uma desvalorização maciça de suas moedas, o que não é bom para os agricultores americanos. “Com efeito imediato, restaurarei as tarifas do aço e alumínio enviados para os Estados Unidos, a partir desses países”, declarou.

A ABAL esclareceu ainda que, exceto essa manifestação do presidente Trump, não há nenhuma posição oficial do governo norte-americano em relação ao tema.

Entenda o caso
Em março do ano passado, o governo norte-americano estabeleceu tarifa de 10% sobre o alumínio importados ao país. À época, o governo brasileiro argumentou que as tarifas estabelecidas eram injustificadas, mas que permanecia aberto para encontrar uma solução.

Logo depois foi dada a opção de trocar a sobretaxa por uma cota máxima de importação do alumínio brasileiro, opção rechaçada pelo segmento.

Apenas em novembro de 2019, a cotação do dólar teve alta de quase 6% frente ao real, atingindo o recorde histórico de R$ 4,2580 na última quarta-feira, dia 27.

Crédito da imagem de abertura: adobe.stock.com

Veja também:

Alubar promove mudanças em sua diretoria

Com foco na gestão e no planejamento estratégico, a Alubar tem promovido alterações na estrutura organizacional desde agosto deste ano. Dessa vez, a empresa elegeu Thais Porto para assumir a diretoria Financeira e André Cruz para a diretoria recém-criada de Auditoria Interna e Compliance – ambas as áreas consideradas essenciais pela companhia que atua em

CBA recebe selo ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol

Pela 3ª vez consecutiva, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) conquistou o selo ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol. Desde 2018, a empresa divulga de forma voluntária os resultados do seu inventário de emissões de gases do efeito estufa (GEE) no Registro Público de Emissões, plataforma online em que estão disponíveis os dados das companhias participantes do

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Menu