diferencas-entre-reciclagem-e-biodegradavel

ABAL destaca sustentabilidade das embalagens de alumínio em live

Portal Conecta Verde conversa com Fernando Varella, responsável pelo Comitê de Embalagens da entidade

O portal Conecta Verde conversou, na última quarta-feira, 13 de outubro, com Fernando Varella, coordenador do Comitê de Embalagens da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL). Transmitido ao vivo, o bate-papo conduzido por Ellen Nunes, editora do canal jornalístico, foi norteado pela temática sustentabilidade.

O mercado de embalagens representa, aproximadamente, 40% do consumo de alumínio no Brasil, sendo o segmento mais importante para a cadeia produtiva. Além das latas para bebidas, o coordenador citou outros nichos de mercado.

“As marmitas representam uma vantagem na área de sustentabilidade e substituem o isopor, já banido, por exemplo, em Nova York (EUA). Na área farmacêutica, os blisters protegem os medicamentos de ações externas. Na indústria alimentícia, as embalagens flexíveis são utilizadas para chocolates e molhos, entre outros. As assépticas multimateriais apresentam o benefício de poder transportar o alimento sem necessidade de refrigeração, com segurança”, afirmou.

Varella também explicou que entre as vantagens proporcionadas pelas embalagens metálicas está a leveza no transporte, possibilitando aumentar a carga e reduzir a pegada de carbono na cadeia logística. Além disso, o metal é 100% reciclável — estima-se que 75% do alumínio do planeta vem sendo reutilizado desde a sua produção.

Reciclagem
Depois das latinhas, cujo índice de reciclagem alcançou 97,4% em 2020, as embalagens assépticas utilizadas para leite e sucos ocupam o 2º lugar, com 43%.

“Nessas embalagens multimateriais, o alumínio tem valor maior. A taxa de coleta depende da receita proporcionada aos catadores. O metal possibilita que o pilar econômico seja sustentável”, destacou.

A indústria tem investido e busca soluções para a reciclagem de outras embalagens que contêm o metal. Varella ainda destacou que o alumínio brasileiro tem baixa pegada de carbono, mas a meta é melhorar cada vez mais, extraindo menos bauxita com o lançamento de novos produtos com conteúdo reciclado.

Veja também:

Ball Corporation divulga embalagens de aerossol em feira de cosméticos

Os novos itens da linha de produtos de alumínio extrudado da Ball Corporation poderão ser vistos na FCE Cosmetique, principal feira para o setor de cosméticos da América Latina, a ser realizada em São Paulo, de 30 de novembro até 2 de dezembro. Patenteada pela companhia, a tecnologia Real incorpora conteúdo reciclado em latas de

Ardagh conclui ampliação da fábrica de Jacareí (SP) e mira expansões na Bahia e Amazonas

A multinacional Ardagh Metal Packaging (AMP) finalizou, em novembro, a segunda fase de ampliação da capacidade produtiva de latas de alumínio da fábrica de Jacareí (SP). O objetivo é atender a alta na demanda por embalagens metálicas para bebidas. O investimento está alinhado à estratégia de crescimento da empresa no Brasil, que também prevê, até

Olivia Saladas entrega pedidos em marmitas de alumínio e incentiva o reuso

Com duas unidades na cidade do Rio de Janeiro e uma em São Paulo, o Olivia Saladas foca na gastronomia orgânica para refeições rápidas sem abrir mão de práticas sustentáveis. Todos os impactos de sua atividade são considerados, desde a origem dos ingredientes até a entrega do pedido para o consumidor final, enviado dentro de

Rolar para cima